Sobre o blog

Este blog esclarecerá a verdade por trás dos movimentos sexistas conteporâneos. Para tal, criticará os movimentos masculinistas, feministas e, inclusive, os homossexualistas – apesar de a prática homossexual não caracterizar um suposto terceiro gênero. O objetivo é tentar demonstrar a seus integrantes que a grande maioria deles está sendo usada como meio de ação por uma minoria de intelectualóides dispostos a cumprir uma agenda política que nada tem a ver com a vontade comum de seus integrantes.

É preciso esclarecer que os líderes desses movimentos não estão nem um pouco preocupados com a existência de cada um de seus seguidores. São pessoas cuja alma está necessariamente impregnada de maldade. Afinal, o espírito não tem gênero, ele não é homem nem mulher e para ele não faz diferença alguma com quem você vai para cama. Sendo assim, não faz qualquer sentido tomar a defesa de um único gênero como razão de sua existência.

Se um sexista decidir abandonar seu movimento, seu líder não o perdoará, este cortará relações com ele sem sentir culpa alguma. Entre essas pessoas não existe fraternidade, afinal, não existe amor. Existe um altruísmo cínico em prol de um ideal distante que nem eles acreditam. É importante também demonstrar os perigos que essas ideias representam para o destino da humanidade, afinal, os líderes desses movimentos vendem um futuro por eles pensado como se eles fossem os representantes do progresso, mas na verdade, a filosofia por trás de suas ideias é a responsável pelas maiores atrocidades já cometidas pelo homem no passado. Para exemplificar será dado um exemplo bem atual.

Recentemente, os homossexualistas têm demonstrado indignação com a entrevista dada pelo Pastor Silas Malafaia à Marília Gabriela. A reação principal do seu líder o ex-BBB Jean Wyllys foi evocar a ciência para rebater as declarações do pastor. De acordo com seus comentários no Twitter, que podem ser vistos a seguir, aquilo que ele entende como ciência é a única fonte confiável da verdade aceita em uma época e portanto ela é autoridade máxima em todos os assuntos. Esse pensamento, cada vez mais forte no mundo contemporâneo, é o responsável pelas maiores atrocidades já cometidas pelo homem. Veja a comparação a seguir (Clique na foto para ampliar) :

Os sexistas são os representantes do progresso? Suas ideias mais parecem com o passado.

Os sexistas são os representantes do progresso? Suas ideias mais parecem com o passado.

Os discursos são semelhantes porque ambos se inspiraram nas mesmas fontes. Ambos se inspiraram na corrente gnoticista iniciada no século XVIII que teve como seus principais idealizadores no Ocidente: Hegel, Condorcet e Comte. Entre seus seguidores só muda a moldura do discurso, porque os fundamentos filosóficos são os mesmos. Ao longo do tempo, este blog pretende deixar isso mais claro.